paulo pinto

breve história sobre o amor

“Quando os nossos corpos se separaram, olhámo-nos quase a desejar ser felizes.

Vesti-me devagar, mas o corpo a ser ridículo.

Disse espero que encontres uma mulher que te ame, e ambos baixámos o olhar por sabermos que essa mulher não existe.

Despedimo-nos.

Tu ficaste para sempre deitado na cama, eu saí para sempre na noite.

Olhámo-nos pela última vez e despedimo-nos sem sequer nos conhecermos.”

a naifa

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s